Um fim de semana em Búzios (e sites de compras coletivas)

Um fim de semana em Búzios (e sites de compras coletivas)

Ahhh Búzios, sua linda! Hoje vim contar como foi passar um fim de semana com uma amiga em Armação dos Búzios, na região dos Lagos do Rio de Janeiro . Essa cidade, que já foi somente uma vila de pescadores, se ‘gourmetizou’ com o passar do tempo e hoje é conhecida por ser um local caro para veraneio. Mas como aqui a gente gosta mesmo é de economizar quando viaja, vou te mostrar que é possível fazer uma viagem relativamente barata e ainda assim, divertida e proveitosa. Vou relatar tudo que fiz durante o fim de semana e todos os meus gastos: sei que isso varia muito de pessoa para pessoa e também de acordo com o roteiro escolhido, mas já dá para ter uma ideia para que você possa se planejar.

Fazendo o passeio de escuna

Para chegar a Búzios saindo do Rio de Janeiro, você pode ir de carro ou pegar um ônibus na Rodoviária Novo Rio. A viagem dura cerca de 3h e as passagens pela 1001 variam de R$ 56 a R$ 80 por trecho.

Ao planejar minha viagem, escolhi um fim de semana de Maio, que é um mês fora de temporada, mas que ainda tem dias de clima bom. Lembrando que fora de feriado, tudo tende a ficar mais barato e mais tranquilo em cidades turísticas de modo geral.

A pousada que escolhemos foi a Telhado Verde by HTL, um local aconchegante e agradável, com muito verde (leve repelente!). Ela fica em Geribá, então já sabíamos que seria possível ir a praia a pé. Também ajudou na escolha o fato de a pousada ter piscina. Compramos a hospedagem através de um site de compras coletivas e o valor de duas diárias em quarto para duas pessoas, com café da manhã incluso ficou em R$ 309.

Sei que muita gente ainda tem desconfianças em relação a esse tipo de compra. Pela experiência que tive, posso afirmar que, com alguns cuidados, você pode fazer compras nesses sites de forma segura. Eu escolhi uma data de pouco movimento, entrei em contato com a pousada logo depois de realizar a compra para me certificar de que eles teriam vaga na data que eu tinha interesse, e formalizei tudo por e-mail. A resposta da pousada foi rápida e não tive nenhum problema de comunicação com eles.

Se deu tudo certo? Deu. Se eu recomendo a compra nesses sites? Depende. Avalie antes se esse é de fato um bom negócio, como os sites fazem parecer. Quando entrei em contato com a pousada por telefone, depois de já ter fechado a compra, descobri que eles poderiam fazer um preço especial para a data que eu escolhi. Pesquisando na internet, reparei também que o preço dado pelo Groupon é quase o mesmo que eu poderia ter conseguido por outros sites, como o Booking por exemplo. Olha só:

Pousada Telhado Verde by HTL
2 diárias em Maio, fora de feriado – check-in sexta-feira e check-out domingo
Preço Groupon = de R$ 1.099 por R$ 309
Preço Booking = R$ 301
Preço por telefone, diretamente com a pousada = R$ 400

Viu só? O super desconto que ganhei no site de compras coletivas provavelmente se referia à uma tarifa cheia, mas pesquisando em outros sites ou fazendo contato direto com a pousada, eu poderia ter conseguido praticamente os mesmos valores. Então, antes de fechar esse tipo de compra, pesquise muito, muito mesmo para ter certeza de que você está fazendo um bom negócio!

Agora, vamos ao que interessa: o roteiro do fim de semana em Búzios!

1º dia – sexta-feira à tarde

Chegamos na pousada para o check-in por volta de 17h. O tempo estava nublado, então descansamos um pouco e deixamos para sair mais à noite. Fomos conhecer o Porto da Barra, o novo pólo gastronômico de Búzios. Lá se concentram restaurantes e bares de ótima qualidade, porém com preços mais salgados que os praticados na famosa Rua das Pedras.

Cadillac Bar, no Porto da Barra

Vale pedir um drink ou uma cerveja em um dos bares, curtir o visual, ver o movimento… Mas confesso que o meu jantar foi mais tarde, no quarto da pousada: a chuva resolveu cair, então pedimos uma pizza e fomos dormir cedo para aproveitar o dia seguinte.

Gastos do dia:

Uber da pousada ao Porto da Barra = R$ 12
2 cervejas = R$ 24
1 água = R$ 5
Uber do Porto da Barra à pousada = R$ 7
1 pizza média = R$ 40
1 suco de laranja = R$ 10

2º dia – sábado

O tempo não estava muito firme, mas não estava chovendo e dava sinais de melhorar. Tomamos café da manhã e fomos aproveitar a piscina da pousada, que parecia ser só nossa, já que com o sol tímido, ninguém mais se animou.

Piscina da pousada

Na parte da tarde, o tempo já estava mais aberto e fomos conhecer a praia de Geribá, que fica a 5 minutinhos de caminhada da pousada. Essa é a praia mais frequentada pelos turistas. Ela tem dois quilômetros de extensão, faixa bem grande de areia e ondas para todos os gostos: mais para o lado esquerdo, que é onde eu estava, as águas são bem calmas; já para o lado direito, as ondas são mais fortes e atraem os mais radicais. O quiosque que escolhemos para ficar cobrava uma consumação mínima de R$ 20 para utilizar as cadeiras e guarda-sol.

Praia de Geribá

O tempo ficou firme e fomos conhecer a praia da Ferradurinha, que fica a uns 10/15 minutos de caminhada de onde a gente estava. Essa praia é bem pequena, cercada por pedras e por isso é quase como uma piscina natural. É uma praia linda e tranquila para banho. Lá, os quiosques cobram mais caro para usar cadeiras e guarda-sol: consumação mínima de R$ 50, o que não estava nos nossos planos. Então, estendemos nossa canga na areia mesmo e pedimos umas cervejas enquanto aproveitamos a água, que estava uma delícia.

Praia da Ferradurinha

De lá, comemos algo no meio do caminho e voltamos caminhando para a pousada para descansar um pouco e curtir a noite. Hora de ir à Rua das Pedras! Ela tem esse nome por ter seu calçamento em pedrinhas pé-de-moleque e, apesar de ter a palavra ‘rua’ no nome, ela abrange todo um quarteirão, cheio de lojinhas, bares e restaurantes. A rua que margeia a praia é chamada de Orla Bardot, pois tem uma estátua homenageando a atriz que se encantou pela cidade quando esteve por aqui.

Orla Bardot

Escolhemos um bar na rua de frente para a orla, que funciona em um terraço, para aproveitar a vista. O Varanda’s GastroPub tem música ao vivo, mesa de sinuca, variedade de cervejas e ótimos petiscos… O atendimento é excelente e o ambiente é muito agradável.

Varanda’s GastroPub

Quando chegamos no bar, pensamos em ficar só um pouquinho e ir embora cedo, mas nos divertimos bastante e acabamos perdendo a hora: saímos do Varanda’s a 1h da manhã. Tentamos pedir um Uber, mas não havia carros disponíveis, então pedimos um táxi e em 20 minutos chegamos à pousada.

Gastos do dia:

2 cervejas na praia de Geribá = R$ 14
2 cervejas na praia da Ferradurinha = R$ 20
Almoço = R$ 20
Uber da pousada à Rua das Pedras = R$ 9
6 cervejas no bar = R$ 60
Couvert artístico = R$ 10 por pessoa (mas negociamos na entrada)
Táxi da Rua das Pedras à pousada = R$ 30

3º dia – domingo

O dia amanheceu lindo e acordamos cedo para fazer o passeio de escuna pelas praias de Búzios, que já deixamos agendado na pousada mesmo logo no check-in. Um carro foi nos buscar as 10h na pousada para nos levar até o píer (que fica na Rua das Pedras) de onde saem as embarcações.

Local de saída dos passeios

O barco sai as 10h30 e promete passar por 12 praias, mas sinceramente, não contamos quantas foram, haha. O que posso dizer é que realmente passamos por lugares muito bonitos e fizemos parada para mergulho em 2 desses lugares.

Na escuna, a água é de graça e é possível comprar cervejas, caipirinhas e alguns petiscos como queijo coalho, espetinhos de carne e frango, camarões e castanhas. Você também pode contratar o serviço de um fotógrafo, que fica na escuna durante todo o passeio tirando fotos suas e ao final, você recebe um CD com todas as fotos ao custo de R$ 90 – mas se você negociar logo no início do passeio com os fotógrafos, consegue baixar o valor para R$ 70.

O prometido foi um passeio com duração de 2h, porém o nosso durou quase 3h. Voltamos ao cais, comemos algo por ali mesmo e de lá, o carro nos levou novamente para a pousada. Fizemos nosso check-out e nos preparamos para pegar a estrada novamente.

Gastos do dia:

Passeio de escuna = R$ 60 por pessoa
Almoço = R$ 20

Todos os gastos que descrevi são para duas pessoas, com exceção dos que estão especificados. Como eu disse, tudo pode variar de acordo com os planos de cada um, mas é possível sim fazer essa viagem de forma um pouco mais acessível, conhecer lugares novos e sair da rotina!

Saiba mais sobre Búzios aqui.
Já conhece Búzios? Explore outras cidades da Região dos Lagos aqui e aqui.

Comentários

Comentários

34 anos de estrada, adora se perder por aí, mesmo com um mapa debaixo do nariz. Vegetariana, pesquisadora e eterna curiosa do mundo.



O que achou desse post?


%d blogueiros gostam disto: