Solar do Jambeiro e Museu Janete Costa: dobradinha cultural em Niterói

Solar do Jambeiro e Museu Janete Costa: dobradinha cultural em Niterói

Niterói guarda algumas boas surpresas para quem gosta de cultura. Mesmo os moradores da cidade conhecem pouco suas relíquias, e os cariocas que estão a apenas uma ponte de distância acabam perdendo a chance de desfrutar esses recantos. Hoje, a pedida é fazer uma dobradinha que até os mais ‘preguiçosos’ vão curtir: o Solar do Jambeiro e o Museu de Arte Popular Janete Costa, um bem em frente ao outro. Ambos fazem parte de um circuito cultural chamado Caminhos da Boa Viagem, que conta com mais 5 pontos de interesse turístico – incluindo o famoso Museu de Arte Contemporânea, o MAC.

 

VEJA TAMBÉM: CONHEÇA O MAC EM NITERÓI

 

Solar do Jambeiro
Vamos começar pelo Solar do Jambeiro, uma chácara linda e arborizada que mais parece um oásis em meio ao burburinho da cidade. Localizado em São Domingos, bairro bem próximo ao Centro da cidade, o Solar oferece seus bancos para quem quiser relaxar à sombra dos jambeiros.

 

A chácara guarda um casarão belíssimo de dois andares, que foi tombado como Patrimônio Histórico em 1974, mas que só foi aberto ao público em 2001. Construído em 1872 por um português, traz a estética inconfundível do país já na sua fachada. Segundo informações do próprio Solar, o casarão contempla o segundo maior conjunto de azulejaria portuguesa do século XIX no Brasil.

 

A entrada no casarão é gratuita e, apesar de ter alguns cômodos vazios, vale a pena visitar e conhecer sua arquitetura. Ainda se notam vestígios da decoração requintada de um local que já foi moradia de um diplomata e sede de um clube onde a sociedade niteroiense costumava se reunir.

 

Lá, você poderá apreciar o mobiliário antigo, pinturas e peças como as telhas de louça lindamente pintadas à mão. Em um dos cômodos, você encontra ainda um pequeno acervo de livros aberto ao público, dos mais diversos tipos. Escolha um deles, vá para os jardins e aproveite a leitura!

 

Do lado de fora do casarão há uma estufa, convertida em um espaço que é frequentemente dedicado a outros eventos. Quando visitei o Solar, estava acontecendo uma oficina de origami, com direito a exposição das peças incrivelmente elaboradas em papel.

 

O Solar do Jambeiro recebe ainda atividades culturais, como espetáculos de teatro e concertos musicais de qualidade – confira nesse link a programação.

 

VEJA TAMBÉM: PARQUE DA CIDADE: A MELHOR VISTA DO RIO É A DE NITERÓI?

 

Museu Janete Costa de Arte Popular – MJCAP

Saindo do Solar do Jambeiro, basta atravessar a rua e você encontra o Museu Janete Costa de Arte Popular, uma casa de dois andares que foi aberta ao público há cerca de 5 anos, com o objetivo de valorizar a cultura e a arte popular brasileira e também tem entrada gratuita.

 

Janete foi uma pernambucana que se formou em Arquitetura na Universidade Federal do Rio de Janeiro e se tornou uma das maiores pesquisadoras e especialistas em arte popular brasileira. No espaço cultural que leva seu nome, há uma exposição permanente de artistas de todo o Brasil, além de um ateliê para artistas populares. Lá também são promovidas oficinas e workshops – confira nesse link a programação do Museu.

 

Foi lá que pude ver uma exposição simplesmente encantadora já em seu último dia de exibição: Mambembe trouxe o trabalho de dois escultores mineiros, com peças em papel machê e madeira, homenageando com muita delicadeza o universo do circo e os artistas circenses, que levam magia para todos os cantos do Brasil. Muitas das peças estavam à venda, e confesso que deu vontade de levar tudo para casa.

 

Algumas informações:
* Os dois museus ficam na Rua Presidente Domiciano. O Solar do Jambeiro é o número 195 e o Museu Janete Costa de Arte Popular é o número 178/182.
* Para chegar lá partindo do Centro de Niterói, você pode pegar o ônibus da linha 47/47A, que custa R$ 3,90. Se preferir, você pode pegar um Uber – partindo da estação das Barcas de Niterói, a corrida não chega a R$ 10.
* Ambos ficam abertos de terça-feira a domingo, de 10h às 18h.




Comentários

Comentários

34 anos de estrada, adora se perder por aí, mesmo com um mapa debaixo do nariz. Vegetariana, pesquisadora e eterna curiosa do mundo.



O que achou desse post?


%d blogueiros gostam disto: