Roteiro completo de 7 dias em Porto Seguro – por Jandira Maciel

Roteiro completo de 7 dias em Porto Seguro – por Jandira Maciel

Adoro minha companhia!

Sempre me considerei uma mulher totalmente independente, mas viajar sozinha, para mim, foi uma das maiores experiências que eu tive. Queria saber qual seria a sensação de viajar com a minha principal companhia. De início estranhei, pois sou extremamente viciada na família.

Muita gente me pergunta como é viajar sozinha, ainda mais por eu ser mulher. “É seguro?”, “Não dá medo?”, “Você não se sente solitária?” ou “Você não acha ruim?”. São milhares de perguntas e a melhor resposta que encontrei foi: “Viajar sozinha lhe dá à liberdade para ser quem você quiser.”

Dicas de uma boa Viagem:

  • Antes de viajar pesquise o roteiro.
  • Defina os lugares que você vai conhecer.
  • Conversem com os profissionais da recepção do hotel, eles podem ser seu maior aliado. (indica como fazer passeios com baixo custo)
  • Se torne um nativo do lugar.

Neste primeiro post, começo a compartilhar com vocês dicas de lugares legais que conheci, sugestões de roteiros e experiências em viagens que fiz sozinha para alguns estados brasileiros. Vamos começar por Porto Seguro – Bahia!!

Porto Seguro – Dica de Roteiros

Porto Seguro reúne história e prova disso são os monumentos, as igrejas, suas construções históricas da época do descobrimento que dividem espaço com cenários paradisíacos da região, natureza praticamente intocada e opções de lazer que estão a sua espera.

 Dicas de Roteiros:

  • Centro histórico de Porto Seguro;
  • Passarela do Descobrimento (Passarela do Álcool);
  • Praia de Coroa Vermelha e Praia de Mundaí;
  • Praia de Taperapuã (Tôa a Tôa e Axé  Moi)
  • Praia de Santo André;
  • Trancoso;
  • Arraial da Ajuda.

Como foi a minha viagem para Porto Seguro

Hospedagem: Fiquei hospedada no Hotel Canoa Bella, localizado bem no centro da cidade a poucos minutos de pontos turísticos e atrações locais que me permitiu ir aonde eu quisesse tanto de ônibus, quanto a pé. Foi muito fácil, adorei a escolha, pois ficou pertinho do meu destino das manhãs, finais de tarde e da vida noturna. O lugar é perfeito, seguro, aconchegante e com um preço acessível.

HOTEL CANOA BELLA

Bom, essa sou eu, já deu para perceber que não vai faltar o que fazer em Porto Seguro.

Vamos lá!! No primeiro dia, acabei fazendo a City Tour incluso no pacote da agência onde fechei o hotel e passagem aérea.  Eles me levaram para visitar o Centro Histórico que é uma viagem ao passado! Porto Seguro faz parte das cidades que pertencem a Costa do Descobrimento e devido a isso, muitos são os lugares que nos remetem a época do descobrimento.

O passeio na cidade histórica é bem interessante! Podemos ver igrejas antigas (a mais antiga do Brasil se encontra lá), além de vários conjuntos arquitetônicos que inclui a Primeira Vila formada na cidade com casinhas coloridas, o Marco do Descobrimento, Farol, a Igreja de Nossa Senhora da Pena, a Igreja de Nossa Senhora da Misericórdia, a Igreja de São Benedito e a Casa de Câmara e Cadeia, onde funciona o Museu da Cidade. Bom, só pra finalizar o passeio no Centro Histórico, assisti uma apresentação de capoeira (maravilhosa), degustação de cacau, licor de jenipapo e outros produtos típicos que encontrei na feirinha local. Vale a pena conferir!

O que encontrei no centro histórico de Porto Seguro

O Marco do Descobrimento entre a Igreja Nossa Senhora da Pena e a Casa da Câmara e Cadeia (Museu)

Igreja Nossa Senhora da Misericórdia

IGREJA DE SÃO SEBASTIÃO

Primeira vila formada na cidade – Um dos principais pontos turísticos do Centro Histórico

FAROL DO CENTRO HISTORICO

Apresentação de capoeira




Conhecendo a noite de Porto Seguro

Passarela do Descobrimento conhecida como Passarela do Álcool.

Resolvi conhecer a noite de Porto Seguro na Passarela do Descobrimento. Apesar do clima de balada, a Passarela do Álcool é o ponto mais popular da cidade, um verdadeiro shopping a céu aberto, que reúne lojas, bares e restaurantes com sabores típicos da Bahia.

Todo mundo deveria viajar sozinho pelo menos uma vez na vida, você interage com pessoas diferentes e faz amigos. É uma experiência transformadora.

Se você não curte comida muito apimentada e não tem coragem de arriscar pode optar por pizzarias, creperias e até restaurantes especializados em culinária internacional. A passarela do Álcool têm comidas para todos os gostos e bolsos. Então podem experimentar sem medo!

No segundo dia, acordei bem cedo, tomei o meu café da manhã no hotel e sai pra aproveitar esse passeio que vale a pena visitar. É uma praia linda, águas claras, calma, areia branca e ótima para banho! Super fácil de ir por conta. Peguei um ônibus, sentido Santa Cruz de Cabrália e desci na praia de Coroa Vermelha, ponto de desembarque da expedição de Pedro Alvarez Cabral quando chegou ao Brasil. Nela, há um marco que simboliza a primeira missa rezada em nossas terras, Museu Indígena para visitação e um quarteirão fechado de artesanato produzido pelos índios pataxós.

Cruzeiro que marca o local onde supostamente foi rezada a 1ª missa do Brasil

Praia de Coroa Vermelha

A praia é linda demais, a água é clarinha e quente. Parece uma piscina de tão tranquila que é! Fora que é cheia de árvores por toda a faixa de areia, que além de proteger do sol, dá um charme ainda maior, tornando aquela vista mais bonita!

Como a água era bem quentinha, acabei cochilando na beira da praia. Quando abri os olhos deparei com essa imagem. Um barco pesqueiro, as gaivotas sobrevoando e transmitindo um som que ecoava. Naquele momento senti a presença de Deus, bem pertinho de mim. Com certeza foi o meu encontro com Deus.

Entrada do Museu

Instrumentos de caça, sua cultura e hábitos dos Índios pataxó-Visitação

Loja de Artesanato feito pelos Índios Pataxó

KIJEME (oca)

Conhecer a reserva é uma experiência cultural única. Achei muito interessante a recepção dos Pataxós, a caminhada na trilha e a conversa com o pajé. Emocionei-me com suas tradições, a apresentação de sua cultura, seus hábitos e local aonde vivem. Não poderia deixar de registrar esse momento com o Índio Pataxó. Foi fantástico!!

Antes de retornar ao hotel, dei uma passadinha na Praia de Mundaí e na Praia de Taperatuã, onde encontrei o complexo de lazer mais badalado da cidade (TÔA TÔA) e não poderia deixar de registrar.

A Praia de Mundaí e bem calma boa pra relaxar, agora a Praia de Taperatuã é a mais agitada de Porto Seguro. Estão preparados para conferir!

Praia de Mundaí

Praia de Taperapuã

ENTRADA DO COMPLEXO DE LAZER TÔA A TÔA

PALCO COM INÚMERAS APRESENTAÇÕES-TÔA-TÔA

Dando continuidade ao meu segundo dia de passeio em Porto Seguro, para quem gosta da noite, os mais agitados assim como eu, a dica é Axé Moi. Lugar  divertidíssimo , ótima estrutura e bons preços! Além disso, tem um som de qualidade, grupo de dança , que nos ensina  várias coreografias e o atendimento é TOP. Quem gosta de azaração, com certeza esse lugar é um dos principais Points pra isso!

ENTRADA DO AXÉ MOI

No terceiro dia, Acordei bem cedo, destino Trancoso. O que mais recomendo é ir por sua conta, não pegue nenhum pacote, faça o seguinte: Para quem está longe do centro é melhor pegar um ônibus ou taxi e quem estiver perto do centro, caminha até o cais de Porto Seguro. Lá você encontra a balsa para fazer a travessia, do outro lado, assim que você desembarcar tem opção de uma van ou de um ônibus indo direto para Trancoso. A viagem é um pouco longa, mas vale a pena pelas paisagens.

O que encontrei em Trancoso

É uma vila tranquila, charmosa, preservada, um pequeno pedaço de paraíso, continua sendo preservada com toda sua essência.  A beleza das praias e o cenário do Quadrado – a praça central da vila emoldurada por casinhas coloridas dá um toque muito especial à cidade!

O famoso ‘‘Quadrado”, a Igreja de São João Batista, as praias de Coqueiros, Espelho e Nativos.

A Igreja de São João Batista

Casinhas coloridas no Quadrado de Trancoso

PRAIA DOS NATIVOS

PRAIA DOS COQUEIROS

Não tem erro, pois a cidade é pequena e fácil de andar. O lugar é um charme, tudo lindo e cheio de detalhes. No Quadrado você tem como descer pelo lado esquerdo saindo na praia dos Nativos e seguindo pela direita na praia dos Coqueiros. No seu roteiro Trancoso não pode faltar!

No quarto dia, resolvi ficar no hotel, aproveitar a piscina, caminhar na passarela do álcool, comprar as lembrançinhas e conhecer os shoppings de Porto seguro.  Pra quem gosta de fazer as suas compras no shopping tai à dica:

  • Porto Plaza Shopping;
  • Shopping Avenida;
  • Shopping Oceania.

Shopping Avenida

No quinto dia, destino Arraial D’Ajuda. Um conselho! Vá por conta própria, é mais econômico e muito mais divertido. Como o meu hotel era no centro, caminhei até o Cais e fiz a travessia com a balsa que cruza o Rio Buranhém, depois do desembarque peguei um ônibus e saltei na praçinha em direção à igreja.

TRAVESSIA DE BALSA PARA ARRAIAL D’AJUDA

Durante a travessia, apreciei o belo cenário formado pelo encontro do rio com o mar.

O que encontrei em Arraial D’ Ajuda

  • Largo da Ajuda;
  • Igreja Matriz de Nossa Senhora da Ajuda;
  • Praia Taipe; Praia de Pitinga;
  • Praia de Araçaípe;Praia de Mucugê;
  • Praia de Parracho; Praia  Apaga- fogo

As praias de Arraial D’Ajuda são inegáveis. O azul do mar se encontra com o céu, a areia clara se mistura com o avermelhado das falésias e com o verde da vegetação – tudo isso provoca um encantamento aos olhos de qualquer um e é acessível a pé, descendo a ladeira da Rua do Mucugê, que é a mais próxima do centrinho de Arraial, você vai optar em pegar um moto taxi, carro ou seguir em caminhada. Chegando à Praia de Mucugê, à esquerda ficam as Praias mais tranquilas como Araçaípe, dos Pescadores e Apago – Fogo e a direita a Praia do Parracho, continuando a caminhada, de carro ou de moto você chega à Praia de Pitanga (nessa praia você faz trinta minutos a pé ou dez minutos de carro a partir de Mucugê). Mais adiante fica a isolada Praia de Taipe, com ondas fortes e emolduradas por imensas falésias.

Quem optar por caminhada uma dica bacana é levar o seu lanche, um próprio rango para não precisar ficar “escravo” dos restaurantes locais. Quanto mais andamos, mais somos surpreendidos pela beleza da praia. Então é legal ficar livre para andar, ter água e uma frutinha na mão. Bem, amei todas as praias, agora a Praia de Taipe, marquei o meu território A praia é linda, tem um riacho com água doce e quente, falésias e a mata nativa, estando em Arraial uma visita é obrigatória.

Largo da Ajuda

Igreja Matriz de Nossa Senhora da Ajuda

Igreja Matriz de Nossa Senhora da Ajuda por dentro

PRAIA DE MUCU

PRAIA  DE TAÍPE

MAPA DAS PARAIAS DE TRANCOSO E ARRAIAL D’AJUDA

Sexto dia. Destino: Praia de Santo Andre. Como todos os meus passeios anteriores, me sentindo nativa do lugar, não utilizei os serviços de nenhuma agência de turismo, peguei um ônibus até Cabrália e de lá uma balsa destino Santo Andre. É um pequeno percurso de um pouco mais de cinco minutos, através do rio João Tiba, onde podemos observar os mangues, o encontro do rio com o mar proporcionando um espetáculo de beleza em todos os sentidos.

Sétimo dia – Quis aproveitar o meu penúltimo dia! Piscina, caminhada, compras de lembranças de pessoas que esqueci, comer um bom peixinho com bastante pimenta e a noite a última balada.

Valeu Porto Seguro, já estou com saudades!

Espero que tenham gostado, aqui deixo registrada a minha experiência de viajar pela primeira vez sozinha. Escolhi Porto Seguro, porque é impossível não se encantar no primeiro momento que você pisa nessa cidade.

Às vezes é preciso voltar ao passado para se redescobri. Eu me encontrei em Porto Seguro! Foi uma experiência incrível, de muito aprendizado e com aquele gostinho de se fazer algo bom pela primeira vez e sozinha!

por Jandira Maciel




Comentários

Comentários



5 thoughts on “Roteiro completo de 7 dias em Porto Seguro – por Jandira Maciel”

O que achou desse post?


%d blogueiros gostam disto: