Roteiro completo de 07 dias em Aracaju/Sergipe – por Jandira Maciel

Roteiro completo de 07 dias em Aracaju/Sergipe – por Jandira Maciel

No post anterior, detalhei um roteiro completinho de 08 dias em Natal e um bate e volta em João Pessoa , uma ótima opção para quem quer conhecer e curtir destinos deslumbrantes que deixa qualquer um apaixonado, como o passeio de Dunas com emoção, as lindas praias de Natal e o emocionante por do sol que acontece no Rio Paraíba em João Pessoa. Vale à pena viver esses momentos que ficam eternizados em nossa memória!

  

ARACAJU/SERGIPE – DICAS E SUGESTÕES DE ROTEIROS

Neste quinto post, compartilho com vocês minha experiência, impressão pessoal, dicas e sugestões de roteiros sobre Aracaju. Quem sabe com o meu relato vocês se animam e percebam que viajar é possível e só precisa na verdade de planejamento e dedicação para tirar o sonho do papel. Vambora comigo? Nosso próximo destino será. Aracaju/Sergipe!

Qualidade de vida!!! Isso foi o que descobri ao visitar Aracaju pela primeira vez e apaixonar-me para toda vida!

Aracajú é uma cidade privilegiada com uma orla espetacular, com muitos barzinhos na famosa passarela do caranguejo. O calor é intenso durante o dia, com muito vento, você não percebe o sol queimar a pele, e a noite um clima fresco. O povo aracajuano é acolhedor, simples, alegre e descontraído. Parece que todo mundo se conhece. É uma sensação bem interessante.

Tem Oceanário de Aracaju – Projeto Tamar, uma feirinha de comidas típicas que é uma delícia, na orla você vai encontrar desde o caranguejo que é um dos pratos típicos de lá, tapioca, muita água de coco, escondidinho de carne seca, até churrascarias e pizzarias.

A cidade reúne um grande acervo cultural e histórico, e lugares preciosos para quem deseja reviver as tradições nordestinas. Um litoral generoso com banhos de mar ou mergulhos em praias de água doce, combinado com a beleza e imensidão do Rio São Francisco são pontos fortes para quem visita o destino. Motivos não faltam para embarcar nesse pequeno paraíso!

Roteiro de Passeios e Atrações: Aracaju/Sergipe, Mangue Seco, City Tour, Praia do Saco, Marinete do Forró  e Croa do Goré.

 


Primeiro dia: Roteiro Aracaju-Sergipe

O vôo chegou ás 16h10min em Aracaju, havia uma simpática atendente com uma plaqueta com o nome da agência contratada. Logo em seguida chegou a van que nos levou até o hotel. Assim, que chegamos á recepção fomos informados sobre a duração da diária, os equipamentos e as instalações que o hotel oferece, e de quais poderia usufruir durante a minha estadia. Após concluir o check-in, recebi o cartão e fui para o quarto.

Não quis desfazer as malas naquele momento, a preferência era contratar os passeios, comer alguma coisa e conhecer a orla de Atalaia.

Hospedagem: Fiquei hospedada no Hotel Parque das Águas, hotel simples, aconchegante, que lembra principalmente a estrutura de uma pousada, 03 estrelas, tem bons quartos de acomodação, um excelente café da manhã, piscina para quem quer curtir mais o espaço do hotel e o mais barato da orla. Localizado a 03 quarteirões da Praia da Atalaia, com fácil acesso ao centro da cidade e demais pontos turísticos de Aracaju, ideal para quem quer usufruir da capital com um custo bem acessível.

Segundo dia: Roteiro – Mangue Seco

Saímos do hotel por volta das 08h00min para aproveitar bem Mangue Seco, passamos pelas praias do litoral sul até chegar a Porto do Cavalo, onde foi necessário pegarmos a escuna para fazer a travessia do rio Piauí e rio Real. Chegando a Mangue Seco, fiquei encantada, porque é um vilarejo com as suas ruas de areia e as casinhas com janelas abertas parecem um paraíso. Lá é tudo muito simples, caminhamos pela cidade até um estacionamento de frente ao mar onde os bugueiros nos aguardam para o passeio de buggy, pois só chega à praia dessa forma.

 

Emoção! Assim começou o passeio de buggy. Areia fininha e branquinha forma dunas dos mais diferentes tamanhos. Uma vegetação típica cobre o topo de algumas dunas.  De cima das dunas podemos ver uma grande área perto da praia com coqueiros e o mar a perder de vista.

O passeio nos leva ao cenário da novela e do filme Tieta, é de três a cinco paradas nas dunas. A primeira é no Skibunda, a segunda parada a vista é para o encontro dos rios com o mar. Dali segue para terceira parada que de lá teremos a vista para os dois rios o Real e o Piauí.

Na quarta parada é no Morro do Caju, o bugueiro nos mostrou toda vegetação e chegando à parte de cima explicou que se tratava de um imenso cajueiro que estava sendo coberto pela areia das dunas que se deslocam com o vento. Na subida e descida avistamos os coqueiros solitários que se mantêm firmes apesar do vento chamado de Romeu e Julieta.

A quinta parada é na praia, onde há restaurantes com redes para uma esticada e reposição de energias. A água é bem morninha e cristalina. Almocei um saboroso peixe frito com arroz branco e salada acompanhada de uma cerveja bem gelada.

Passei um dia maravilhoso!Vale à pena conhecer Mangue Seco!Passeio imperdível ta!

Terceiro dia: Roteiro – City Tour

Bem, como no dia anterior fiz amizade com um casal agradabilíssimo que conheci no passeio de Buggy em Mangue Seco.  Decidimos dividir o aluguel de um carro e fazer o City tour sem gastar muito e com muito mais tranqüilidade para conhecer o que quiséssemos e no tempo que quiséssemos. Como estávamos no mesmo hotel, combinamos de nos encontrar as 09h00min na recepção do hotel, depois de um delicioso café da manhã.

Seguimos o seguinte roteiro: Começamos pela Orla da Atalaia, passando pela Passarela do Caranguejo, pelos parques infantis, Arcos da Atalaia, Praça de Eventos, Centro de Arte e Cultura, Oceanário… E por aí fomos, até o Shopping Rio mar, onde atravessamos a ponte e pegamos a Avenida Beira-Mar (do outro lado da ponte está o Shopping Jardins), famosa avenida por ser o local de eventos, e também pelos prédios modernos, que refletem a alta sociedade sergipana da região.

Seguindo pela Beira-Mar, passamos pelo Mirante da 13 de Julho, que fica no Calçadão da 13 Julho . O Calçadão é famoso entre os locais para prática de esportes ao ar livre e ciclovia.

Estacionamos o carro numa rua próxima à Praça Fausto Cardoso (que fica em frente à Praça Olímpio Campos), vocês vão ver uma alameda com palmeiras  e, mais à frente, a Ponte do Imperador, um atracadouro que avança pelo Rio Sergipe.

Na Praça Olímpio Campos, encontramos o Museu Palácio Olímpio Campos (um lugar para conhecer e se encontrar com o passado de Sergipe), a Catedral Metropolitana e a região de comércio popular. Caminhamos pela Avenida Ivo do Prado até o Museu da Gente Sergipana. Entramos para visitação (gratuita) e fomos acompanhados por um guia que nos forneceu varias informações sobre a cultura nordestina sergipana. (Não deixe de visitá-lo)

Pegamos o carro, que estava próximo à Praça Fausto Cardoso, e fomos para os mercados Albano Franco, Thales Ferraz e Antonio Franco. Há um grande estacionamento entre eles. Os galpões são enormes!!! Para quem vai a Aracaju, passar, pelos mercados é obrigatório!! Super interessante para conhecer produtos da região, para comprar castanhas, pimentas, doces, cachaças, tapioca, produtos de palha, renda, bordados, cerâmicas, redes, brinquedos, roupas de praia, chapéus. (A variedade é grande!! )

Aproveitamos para almoçar. Depois de fazer minhas comprinhas pelos Mercados Municipais, pegamos novamente o carro em direção à Colina de Santo Antonio, com a Igreja histórica do Santo Antônio mirante onde podemos ver e admirar toda a cidade, desde o Rio Sergipe até a Ilha de Santa Luzia.

Retornamos ao carro e seguimos em direção ao hotel. O passeio foi gratificante, principalmente pela companhia desses amigos maravilhosos que conheci. (Valeu o tour!!)

Quarto dia: Roteiro Praia do Saco           

O microônibus aguardava – me na porta do hotel por volta das 07h30min, destino Praia do Saco ou da Boa Viagem. Seguimos pela Rodovia José Sarney até o final (Mosqueiro) atravessamos a ponte Joel Silveira e continuamos na Rodovia Airton Sena (SE-100). Chegando à parte central da Praia do Saco, paramos numa barraca que era ponto de apoio. Agendei o almoço moqueca de camarão e em seguida comprei o tradicional passeio de buggy com emoção é claro!!! Que durou cerca de 1h e 30m.

O buggy nos levou pelas dunas da Praia do Saco, não são muito altas, mas são legais, tem uma vista muito bonita para o Rio Real e para a vegetação próxima dali. É a parte mais radical!Emoção pura! Continuamos até a ponta da Praia do saco que foi, em minha opinião, o lugar mais lindo do passeio.

Na ponta da Praia do Saco você encontra construções que foram demolidas pela força das marés em contraste com o rio, o mar, o verde e uma visão fantástica de onde começa o território da Bahia. Após o percurso pelas dunas, o bugueiro nos levou até as piscinas naturais na beira da praia.

A partir desse ponto, o passeio foi puramente sombra e água fresca, (rs) do jeito que eu queria. Almocei, fiquei deitada só curtindo a paisagem e o calor delicioso de Aracaju! E depois entrei no mar. A Praia do Saco é o destino ideal pra quem quer relaxar. A mistura de mar e rio, coqueirais e mangue no mesmo cenário realmente fazem dela uma praia única! Esse passeio é um sonho! (Fica a dica)  

Quinto dia: Roteiro – Marinete do Forró

Acordei, tomei o meu suculento café da manhã e resolvi voltar para o quarto e dormir mais um pouquinho. Cheguei muito tarde do dia anterior, após o passeio na Praia do Saco, resolvi ficar na passarela do caranguejo um “point“ da Orla da Atalaia.

Por ali têm restaurantes e bares pra todos os gostos e com os mais diversos cardápios, lazer e entretenimento com iluminação para banhos noturnos, quadras poli esportivas, praça de eventos, uma infinidade de hotéis e pousadas, diversos quiosques, academias ao ar livre, banheiros, ciclovia em quase toda a sua extensão, pista de Cooper, parques infantis, campos de futebol de areia, quadras de tênis e vôlei de praia, rampas de skate, parede de escaladas, centro de arte e cultura, feiras de artesanato, bancas de revista, fontes luminosas e lagos para passeio de pedalinho.

Quis fechar a noite no Cariri, uma casa de show tipicamente nordestina. Comi uma carne de sol com macaxeira e curti um forró até altas horas da madrugada. (Fica a dica)

 

Depois, acordei e sai para fazer um programa diferente e imperdível. O passeio na Marinete do Forró. (rs) Bem, A Marinete do Forró é um ônibus, estilo jardineira, todo decorado, ao som do trio pé de serra com sanfona, triângulo e zabumba, executado ao vivo com casal de dançarinos e um guia turístico.

Em seu itinerário a Marinete do Forró segue alguns dos principais pontos turísticos da capital, visitando a bela Orla de Atalaia, a Passarela do Caranguejo, o Mirante do bairro 13 de Julho, as praças Tobias Barreto e Camerino, o Centro de Artesanato Chica Chaves, a Colina do Santo Antônio, a Praça Olímpio Campos (onde está a Catedral Metropolitana), o Centro de Turismo e para concluir o Museu de Artesanato Sergipano.

O passeio é divertidíssimo e gratuito, além de conhecer melhor a capital de Aracaju é diferente de todos os outros que fiz.

Um guia de turismo vai explicando a história dos locais por onde a Marinete do Forró passa e mais interessante nisso tudo é que a banda e os dançarinos se apresentam com o veículo em movimento,

Todos os passageiros da Marinete ganham a “Jabiraca”, um lenço muito usado como adereço em cavalgadas, personalizados, que deve ser usado durante o passeio. Galera!Vale à pena fazer esse passeio… Muito bom mesmo!

Dica: não funciona durante o ano todo, funciona somente durante o período de festas juninas de Aracaju e no mês de janeiro.

Sexto dia: Roteiro – Croa do Goré e Ilha dos Namorados

Acordei cedo, tomei o meu café da manhã e com as informações dos funcionários da recepção, resolvi não turistar, mas, sim passear como nativo do lugar. Peguei um ônibus na orla de Atalaia que levou mais ou menos meia hora para chegar até a Orla do Por do Sol, uma orla que fica em frente ao Rio Vaza Barris que tem um ponto de embarcação para o passeio da Croa do Goré e Ilha dos Namorados.

O passeio de catamarã tem duas paradas ambas em bancos de areia, uma na Croa do Goré e outra na Ilha dos namorados onde formam piscinas naturais. Esse passeio é gostoso de mais e leva em torno de 20 minutos até chegar ao primeiro ponto turístico. Dá para sentir o vento batendo no rosto e curtir a navegação por um rio pra lá de calmo em meio a uma paisagem única e especial. Revelando manguezais nativos, pequenas ilhas fluviais e vegetação preservada.

A tripulação nos auxilia dentro da embarcação e nos contam toda a história do lugar com muita diversão. Existe serviço de bar e cozinha a bordo o que permite você comprar sucos, refrigerantes e bebidas alcoólicas, assim como fazer pedido de petiscos e outras refeições.

Cheguei a Croa do Goré. Lá, encontrei uma estrutura de choupanas com cadeiras para ficar sentada e apreciar a paisagem com a água morninha batendo nos pés enquanto degustava um peixe frito um caldinho de ostra e bebendo uma cervejinha bem gelada no bar flutuante.

Após a parada na Croa do Goré, o catamarã seguiu por mais meia hora aproximadamente, passando perto de mangues, até chegar à Ilha dos Namorados. A parada na Ilha é mais longa: cerca de duas horas. Formada entre o rio Vaza Barris e o Oceano Atlântico é um ótimo local para tomar um banho de rio, aproveitar o sol de Aracaju, praticar esportes e dar uma volta por uma ilha deserta. Lá é um local que o tempo passa voando sem perceber. Eu curti bastante tempo dentro d’água na Ilha dos Namorados, aproveitando as redes e as bóias. Confesso que fiquei tanto tempo que sai de lá queimadinha. (RS) Depois, o catamarã retorna à Orla do Pôr do Sol e de lá, peguei o ônibus em direção ao hotel.

Que delícia!! Amei o passeio!!! Se tivesse mais tempo iria de novo!!! 

Sétimo dia: Roteiro De volta para Casa

O tempo amanheceu chuvoso, não pude tomar o meu banho de piscina no hotel, então terminei de arrumar as malas e pronta fiquei aguardando no saguão do hotel, o microônibus da agencia contratada para seguirmos ao aeroporto.

Valeu Aracaju esses momentos pra lá de especiais! Deixou saudades!

Espero que vocês tenham gostado desse post. Qualidade de vida!!! Isso foi o que descobri ao visitar Aracaju pela primeira vez e apaixonar-me para toda vida! Viva essa experiência também, incluam esse paraíso na lista de melhores destinos. Aguardem o próximo destino!

Comentários

Comentários

Mulheres tão particulares, com um único objetivo em comum, viver as melhores (e maiores) aventuras já vistas. Juntas ou sozinhas, nós queremos é viver! E compartilhar nossas experiências para que possamos inspirar cada vez mais, outras mulheres.



1 thought on “Roteiro completo de 07 dias em Aracaju/Sergipe – por Jandira Maciel”

O que achou desse post?


%d blogueiros gostam disto: