Na Estrada com as Minas

MOMENTOS INESQUECIVEIS: MÃE E FILHA JUNTAS NA ESTRADA

Dizem “Filho de peixe, peixinho é” nem sempre isso é verdade. Minha mãe é típica mulher de antigamente (domestica), vivia para cuidar da casa e dos filhos e é raro conseguir tirá-la de casa, diferente de mim que sou uma mulher completamente independente, dona da minha própria vida e com raízes flutuantes. É até meio irônico parar para pensar, afinal minha mãe cuidou de mim como ninguém. Mas, agora eu cresci, ganhei o mundo, sou viajante solo e eis que surge uma oportunidade de viajarmos juntas. E agora?

É bom lembrar!Não é mesmo?Possivelmente suas mães foram a sua primeira companhia de viagem, a registrar as suas peripécias, a pegar na sua mão num infortuno, que te ensinou a fazer as malas e que curtiu com você as primeiras paisagens. Viajar é tudo de bom não é?E mostrar um pouquinho do mundo para sua mãe pode ser ainda melhor.

E pensando nisso, resolvi escrever esse post, amigas viajantes, descrevendo sobre os momentos inesquecíveis que vivi: Mãe e filha juntas na estrada como homenagem a essa grande mulher que me ensinou que o melhor bem que temos é a sua liberdade!

Quando sua mãe realiza o sonho de viajar!

A vida é feita de sonhos, eles nos movem, nos fazem felizes e dão sentido a nossa vida. Bem, o sonho da minha mãe era viajar, cair na estrada. Isso mesmo viajar, viajar e viajar. Sobre esse sonho que irei falar!

A escolha do Roteiro

Depois de ver todas as opções de lugares, para surpreender de verdade a minha mamãe e tornar essa viagem inesquecível! Finalmente conseguimos juntas criar um roteiro todo especial, agora não tinha mais desculpa para adiar aquela viagem na companhia da mãezona, certo? . E para mim que sou viajante solitário não há companhia melhor, além da minha (RS) do que viajar com a pessoa que mais amo nesse mundo. Minha Mãe!

Malas Prontas

Roteiro pronto é hora de preparar as malas. Minha mãe é uma senhora de 70 anos, então, eu já sabia: iria ter que ajudá-la e fazer várias adaptações. Não custa nada ajudar a sua mãe com os preparativos. Ela precisa saber em detalhes: como tirar o passaporte e fazer o check in; aonde vão se hospedar; lugares que vão visitar e que tipos de atividades irão fazer; roupas e utensílios que irão levar. Em fim, ajudá-la com as dúvidas exige respeitar as vontades e limites uma da outra, além de deixá-la confiante e com a certeza que tudo está no controle, ela vai sentir-se pronta para cair na estrada com você.

 Sentimentos envolvidos na Viagem

Vi seus olhos brilharem quando chegamos ao aeroporto e ao entrar no avião pela primeira vez, deslumbrada ao adentrar no navio e ao mesmo tempo com medo de ver a imensidão do mar, admirada e atenta a todos os lugares que visitamos. Preocupada com os meus passeios noturnos, orgulhosa em conseguir superar os seus próprios limites e vencer seus medos em aventuras radicais. Empolgada em interagir com pessoas no passeio de escuna. Apaixonada em viver experiências gastronômicas memoráveis e silenciar em sinal de respeito em assistir os mais belos pores do sol desses lugares maravilhosos que conhecemos. E para finalizar, saudade em reviver esses momentos que experimentamos juntas. Se sua mãe gostar da viagem, pode ter certeza, você terá a melhor companhia!

Os papeis se invertem

O tempo passa e, por mais que nossas mães tenham cuidado de nós, chega uma hora que os papéis se invertem. A minha Mãe, é a super-Mãe que tantas vezes serviu-me, orientou-me, fortaleceu-me e que ainda me dá colo. Mas, a oportunidade de retribuirmos, aquelas que nos ama mais do que a si mesmos é uma maravilhosa manifestação do ciclo da vida.

Viajar com a mãe é cheio de desafios, mas é exatamente isso o que faz com que, finalmente, esse tempo perto seja tão legal. Momento de compartilhar pensamentos, momento de falar sobre coisas que vocês nunca tiveram chance e momento de passar um tempo maior juntas para fortalecerem a amizade e confiança entre nós.

Momentos Inesquecíveis: Juntas na estrada

Você pensa que sabe tudo sobre sua mãe não é?Foi viajando juntas que descobri que, embora vivendo com ela na mesma casa, toda mãe é um caixinha de surpresa e, é exatamente isso que faz uma viagem com a sua mãe valer à pena.

As nossas viagens tiveram de tudo, circunstâncias inusitadas, engraçadas, embaraçosas. Mas no final compartilhamos experiências e aventuras, muitas gargalhadas, momentos inesquecíveis no parque, nas cachoeiras e piscinas, no alto mar, no avião, nas ruas, nas lojas e restaurantes. Uma chance e tanto de curtir um momento único, só entre vocês e mais ninguém. E com certeza muitos aprendizados.

Passeio de Escuna

-Fiquei tão orgulhosa!Ver minha mãe superar seus próprios limites num passeio de escuna. E assim, juntas aproveitarmos as belezas naturais da Ilha dos Frades e Itaparica.

 Navio Soberano

Beber um delicioso cappuccino e apreciar uma boa musica no Piano Bar do Navio.

Farol da Barra

– Sério, ver os olhinhos brilhando de tamanha emoção, depois de contemplarmos o mais belo por do sol de Salvador não tem preço.

Almoço Apimentado

Já ri alto dela comendo uma moqueca quente (apimentada) e perguntando ao garçom: “Eu pedi uma moqueca quentinha, não apimentada”.

Caminhada pela Trilha

– Juntas, o desafio da caminhada: Sim, minha mãe também teve coragem e me mostrou que estava mais preparada do que eu.

Na Balada

– Surpresa! Por ela ser a mais empolgada do grupo quando decidimos cair na noite para curtir uma balada! Nesse dia ela experimentou a bebida capeta pela primeira vez e adorou.

Vamos ser honestos com nós mesmos?Vocês conhecem de fato a sua mãe?Para mim, mostrar um pouquinho do meu mundo e realizar o sonho dela foi realmente uma experiência inovadora. Viajarmos juntas, depois de adulta teve um grande efeito na minha vida, aprendi a conhecê-la novamente de uma nova forma de ser e, é claro sem restrições dos papeis convencionais de mãe e filha. Faça o mesmo, realize o sonho da sua mãe, viajar com ela é algo que você deveria fazer pelo menos uma vez na vida.

Esses foram os momentos inesquecíveis com minha mãe. E você? Já viajou com sua mãe? Se não, pretende viajar? Conta pra gente.

 

Comentários

Comentários

«

»

O que achou desse post?