Fim de semana em Curitiba – Linha Turismo

Fim de semana em Curitiba – Linha Turismo

Quando pensamos na região Sul do Brasil, logo vem à nossa mente o clima frio. Não se engane: nem só de inverno vive Curitiba. A capital do Paraná é a mais gelada de todo o Brasil, mas reserva muitos passeios interessantes em qualquer estação do ano, como parques, museus e boa gastronomia. Hoje vou listar quatro pontos turísticos da cidade que considero imperdíveis e que você pode conhecer em um fim de semana: a dica é embarcar na Linha Turismo.

(foto extraída daqui)

O ônibus do tipo ‘jardineira’, com dois andares e aberto na parte de cima, circula a cada 30 minutos, passando por mais de 20 pontos turísticos. Você paga R$ 45 pelo ticket que dá direito ao embarque em qualquer ponto do trajeto e mais 4 reembarques em outros pontos. Ou seja, você desce, conhece um local e pega o ônibus novamente um tempo depois – e você pode fazer isso 4 vezes em um único dia. Dá para ver muita coisa pelo caminho e parar nos lugares que você estiver mais a fim de visitar.




 

Ópera de Arame
Um lindo teatro que leva esse nome por ter sido construído com uma estrutura de tubos, dando a impressão de ser feito ‘de arame’. Além de ter uma arquitetura curiosa, o local tem capacidade para mais de 1.500 pessoas e recebe espetáculos diversos, de peças teatrais a shows de música. Mas mesmo em dias sem eventos, vale visitar o espaço, que é muito bonito. O teatro fica aberto de terça a domingo, de 8h a 20h e a visitação (sem eventos) é gratuita.

 

Jardim Botânico de Curitiba
Esse é, merecidamente, um dos cartões postais da cidade: simplesmente encantador! Os jardins tem formas geométricas e inspiração francesa. A estufa, feita em ferro e vidro e inspirada no Palácio de Cristal de Londres, abriga muitas espécies de plantas e completa o cenário. A visitação do Jardim Botânico também é gratuita e o horário de funcionamento é de 6h a 20h.

Bônus: o clima frio de Curitiba favorece a chegada de um lindo fenômeno: a floração das cerejeiras. No inverno, elas colorem a cidade de rosa, e especialmente no Jardim Botânico, as árvores formam um ‘corredor, o’ que deixa tudo ainda mais bonito. Mas tem que ser rápido! A floração dura pouco tempo, em torno de 10 dias.

 

Santa Felicidade
Faça uma pausa para o almoço em Santa Felicidade, o bairro que também é um polo gastronômico dedicado à culinária italiana. Lá você irá encontrar muitos restaurantes e cantinas típicas, então se achar difícil escolher um local para comer, a aposta certeira é o restaurante Madalosso. Tradicional e capaz de agradar a todos, oferece rodízio em torno de R$ 48 por pessoa, incluindo as sobremesas. Mas tente não exagerar, afinal você ainda tem muita coisa para ver! 🙂

 

Museu Oscar Niemeyer (MON)
Uma belíssima obra de Oscar Niemeyer, também é conhecido como Museu do Olho por causa do seu formato. Sua área de exposição é a maior da América latina e a cada ano são realizadas cerca de 20 mostras, dedicadas às artes visuais, arquitetura, urbanismo e design. Aos domingos, o museu oferece uma programação especial, com visitas mediadas e oficinas com artistas. Fica aberto de terça a domingo, das 10h às 18h e o ingresso custa R$ 16 (inteira).

 

Além desses pontos, o ônibus da linha Turismo passa por outros lugares maravilhosos que também merecem ser visitados. Consulte aqui o trajeto completo e os horários de parada em cada ponto e faça sua lista de locais a conhecer!

Ainda na região Sul? Saiba mais sobre Foz do Iguaçu clicando aqui.

Comentários

Comentários

34 anos de estrada, adora se perder por aí, mesmo com um mapa debaixo do nariz. Vegetariana, pesquisadora e eterna curiosa do mundo.



O que achou desse post?


%d blogueiros gostam disto: