Dicas para curtir Santiago do Chile no verão

Dicas para curtir Santiago do Chile no verão

Muita gente conhece o Chile como um destino de inverno, para ver a neve e esquiar, ou como um lugar para conhecer suas muitas vinícolas. Tudo isso é incrível mesmo, mas a sua capital, Santiago, pode ser super bem aproveitada também no verão – e olha, lá faz um calor danado, digno de Rio de Janeiro ! Os dias são mais longos (só começa a escurecer por volta de 21h) e você fica com a sensação de ter muito mais tempo para turistar. Confere essa listinha de coisas legais para fazer por lá quando o clima esquentar!

 

– Tomar bons drinks nas terrazas
Nem todo mundo sabe disso, mas em Santiago não é permitido consumir bebidas alcoólicas nas ruas da cidade, então você vai querer descobrir lugares legais para tomar sua cervejinha ou uns bons drinks. Por lá você encontra vários barzinhos e restaurantes que ficam nas coberturas (ou terrazas) dos prédios. É claro que você pode fazer a ryca nos rooftops em qualquer estação do ano, mas no verão, fica bem mais gostoso, afinal o frio em Santiago é pesado e você não quer ficar batendo queixo em um lugar aberto enquanto bebe um drink geladinho, não é mesmo? Aproveite o calor para curtir e, de quebra, veja Santiago do alto.

 

Fui ao Antaño, o bar/restaurante que fica no terraço do hotel Sommelier, um lugar super agradável e você não precisa estar hospedado lá para desfrutar. Pedi um drink, o Dulce Sommelier (6400 CLP), feito com Absolut de pêra, aperol, espumante e frutas – uma delícia! O Antaño fica no Centro de Santiago, bem pertinho do Cerro Santa Lucía. Me recomendaram também o Azotea Matilde, que fica no bairro Providencia, perto de outro cerro, o San Cristóbal, e quase em frente a La Chascona, uma das casas de Pablo Neruda, o que permite uma boa dobradinha turística.

 

 

– Relaxar nas praças e cerros
Outro passatempo para qualquer estação, mas muito mais prazeroso quando o sol está presente: as praças e cerros de Santiago são bem aproveitados pelos moradores e turistas, que estão sempre em seus gramados fazendo piqueniques, lendo um livro à sombra das árvores ou simplesmente relaxando (eu vi várias pessoas tirando um cochilinho!).

 

 

Algumas boas opções para você se sentir um local e entrar nesse clima relax são o Cerro Santa Lucía e o Cerro San Cristóbal, que ainda contam com uma vista privilegiada da cidade. E nada como um céu azul em um dia ensolarado para deixar a vista ainda mais bonita! Os dois ficam super bem localizados: o Santa Lucía fica no Centro e tem uma estação de metrô com o mesmo nome. Já o Cerro San Cristóbal pode ser acessado de diversas formas (logo mais vou falar sobre isso). Ambos contam com quiosques para você tomar uma bebida enquanto faz seu passeio.

 

 

Outro lugar ótimo para curtir o dia ensolarado é o Parque de las Esculturas, que é bem o que o nome já diz: um museu de esculturas ao ar livre. O Parque tem 30 esculturas de artistas locais, em estilo contemporâneo. Assim como os cerros, o lugar recebe famílias, casais e grupos de amigos que querem relaxar nos seus bancos e gramados na sombra das árvores. A entrada é gratuita e o parque fica no bairro Providencia, a uma caminhada de cerca de 10 minutos das estações de metrô Los Leones e Pedro de Valdivia.

 

 

VEJA TAMBÉM: QUASE SANTIAGUINA

 

– Curtir as piscinas públicas
Falando no Cerro San Cristóbal, que é como é conhecido o Parque Metropolitano de Santiago, um segredinho que pouca gente conhece é que no verão, são abertas aos visitantes duas piscinas públicas, a Tupahue e a Antilén. Isso mesmo – as piscinas ficam no alto do cerro, o que proporciona uma vista da cidade de um jeito bem inusitado, além de serem cercadas por uma vegetação bonita e bem cuidada. Estive na primeira delas bem no dia de abertura ao público, e por isso, não me cobraram entrada \o/ Mas de qualquer forma, esse é um programa bem acessível: na Tupahue a entrada para adultos custa 6000 CLP (crianças e maiores de 60 anos pagam 3500 CLP).

 

 

Lá, você encontra uma estrutura bem legal para passar uma tarde inteira – banheiros com chuveiro, guarda volumes e quiosques vendendo sorvetes e bebidas. A piscina tem a presença de salva vidas e conta com uma parte rasinha para crianças. Tudo super limpinho e organizado.

 

A piscina Tupahue funciona de 10h a 18h, de terça-feira a domingo. Você pode chegar até lá:

  • a pé ou de bicicleta, gratuitamente (se tiver fôlego! rs)
  • em carro particular (com pedágio de 3000 a 4000 CLP)
  • de táxi ou Uber (e você também paga o pedágio se usar essas opções)
  • de funicular, sem acesso direto à piscina (de 800 a 1500 CLP dependendo do trecho)
  • de teleférico (1310 CLP por trecho)

Eu subi o cerro de táxi e desci de teleférico, e recomendo: depois de alguns anos interditado, o teleférico foi reaberto em 2016 com cabines novinhas e é um passeio rapidinho, mas gostoso.

Veja mais sobre como chegar e tarifas clicando nesse link aqui.

 

 




 

Tem coisas que são bem mais gostosas no calor do verão, não é mesmo? E aí, curtiu as dicas? Já quer programar sua visita ao Chile? Conta tudo pra gente aqui nos comentários!

Comentários

Comentários

34 anos de estrada, adora se perder por aí, mesmo com um mapa debaixo do nariz. Vegetariana, pesquisadora e eterna curiosa do mundo.



1 thought on “Dicas para curtir Santiago do Chile no verão”

O que achou desse post?


%d blogueiros gostam disto: