Dicas para aproveitar Paraty, RJ

Dicas para aproveitar Paraty, RJ

A cidade histórica de Paraty fica a cerca de 250km de distância do Rio de Janeiro e é um lugar lindo, com muita história para contar, praias encantadoras e arredores que vale a pena explorar. Se você ainda não conhece esse cantinho especial do estado, ou se já conhece, mas, assim como eu, quer voltar, confira essas dicas para aproveitar ao máximo sua viagem.

 

Como chegar saindo do Rio de Janeiro:
De carro, são 4h de viagem, pegando a Linha Vermelha e seguindo pela BR 101. De ônibus, são 4h30 de viagem, saindo da rodoviária Novo Rio. A companhia que faz o trajeto é a Costa Verde e o trecho custa aproximadamente R$ 80. A Rodoviária de Paraty fica no Centro Histórico mesmo, super fácil para você se localizar assim que chegar à cidade.

 




 

O que fazer em Paraty?

Passear pelo Centro Histórico
Já é uma atração por si só, com suas ruas de pedra e casinhas coloridas. Merece ser visitado tanto à luz do sol como à luz do luar. Passeie de dia apreciando a beleza do lugar e aproveite para comprar souvenirs locais como artesanato, cachaças e doces. À noite, escolha um restaurante com mesinhas do lado de fora para um jantar agradável, ou um barzinho com música ao vivo para tomar uma cerveja e esticar a noite.

 

Fazer um passeio de escuna
Paraty tem algumas praias próximas, porém as mais bonitas, na minha opinião, são mais afastadas e você só vai conhecer fazendo um tour de escuna. O cais de onde saem esses passeios fica no Centro Histórico e uma infinidade de agências lá mesmo oferecem os tours. O que fiz passava por quatro praias: Ilha Comprida, Praia da Lula, Lagoa Azul e Praia Vermelha, todas com paradas de mais ou menos 30 minutos para banho. Todas as praias são lindas! Em algumas, a água é tão clarinha que você vê os peixinhos nadando ao seu redor. A duração desse tour é de aproximadamente 5 horas e custa entre R$ 50 e R$ 60.

A Praia se chama Vermelha, mas é repleta de verde e azul

 

Conhecer a vila de Trindade
Não vou falar muito sobre Trindade porque já tivemos um post completinho sobre isso que você pode conferir clicando AQUI, mas esse lugar lindo não poderia ficar de fora. A vila de pescadores que fica a cerca de 15km de distância do Centro Histórico de Paraty tem praias paradisíacas e não pode faltar no seu roteiro. Você pode fazer um bate volta comprando um tour em uma agência, ou optar por ir de forma mais econômica, pegando o ônibus urbano na Rodoviária de Paraty. Se tiver mais tempo, fique hospedado lá e aproveite também a noite local.

Praia do Meio, a mais fácil de chegar para quem vai de ônibus urbano

 

Fazer o passeio de jeep
Um passeio diferente, mas que também vale a pena, é o passeio de jeep que leva os turistas para a Serra da Bocaina. O tour inicia com paradas para banho em cachoeiras lindas, como o Poço do Tarzan e a Cachoeira do Tobogã, todas em meio a uma mata deslumbrante. Depois, segue para um alambique, onde é possível conhecer melhor os processos de fabricação da cachaça, com direito a degustação. O passeio custa aproximadamente R$ 60 por pessoa e tem duração de 5 horas com parada para almoço (não incluso no valor).

Cachoeiras e alambique em um único tour

 

Explorar os arredores
Tem muita coisa para explorar nos arredores de Paraty. Um exemplo é o distrito de Mambucaba, que fica a cerca de 50 minutos do Centro Histórico de Paraty. Lá, além de encontrar mais praias, você também vai conhecer a vila histórica, que mantém seu casario colonial desde a época do café e foi tombada como patrimônio histórico – não só uma parte dela, mas a vila inteirinha! Interessante, não é? Vale a pena descobrir esse e outros lugares da Costa Verde.

Praia de Mambucaba

 

Aproveitar a programação de eventos da cidade
Não é à toa que Paraty é conhecida como a cidade dos festivais: seu calendário é agitadíssimo! Tem evento acontecendo o ano todo e é lá que acontecem alguns dos mais famosos: a FLIP – Feira Literária de Paraty, o festival de música MIMO, o Festival da Cachaça… Em uma das vezes que estive lá, achei que seria um fim de semana aleatório, mas estava acontecendo o Paraty em Foco, um festival internacional de fotografia, com exposições incríveis por toda a cidade, desde as galerias até as praças! Aqui embaixo você confere a programação de eventos de 2018 – se programe com antecedência, pois a cidade costuma ficar bem cheia nessas datas.

Abra a imagem em uma nova guia para aumentar!

 

Onde se hospedar:
Como uma cidade turística muito procurada, Paraty tem diversas opções de hospedagem, para todos os bolsos e estilos de viajante. Se você está procurando agito, ou se estiver indo de ônibus, opte por ficar próximo ao Centro Histórico, pois fica mais fácil para se locomover e você já está bem no meio de tudo que acontece por lá. Uma pedida econômica e ideal para conhecer gente e fazer novos amigos é ficar em um hostel – o Casa do Rio e o Recanto Azul são alguns dos que já estive.

Hostel Casa do Rio, visto da rua

 

Agora, se você estiver indo de carro e quiser sossego total, opte por ficar um pouco mais afastado do burburinho. Da última vez que estive em Paraty, fui de carro e fiquei no Chalé Graúna, a cerca de 19km do Centro, onde fui muito bem recebida pelo casal Adriana e Ernesto. O chalé em si é mais parecido com uma casa mesmo, e conta com uma cozinha muito bem equipada. Para pesquisar esses e outros estabelecimentos em Paraty, CLIQUE AQUI!

Meu quarto no Chalé Graúna

 

Espero que as dicas tenham sido úteis e que não falte diversão na sua viagem! E você, tem vontade de conhecer Paraty? Já conhece e tem mais dicas para a gente? Conta tudo nos comentários.

Comentários

Comentários

34 anos de estrada, adora se perder por aí, mesmo com um mapa debaixo do nariz. Vegetariana, pesquisadora e eterna curiosa do mundo.



O que achou desse post?


%d blogueiros gostam disto: