8 cidades brasileiras para fugir do tumulto no Carnaval

8 cidades brasileiras para fugir do tumulto no Carnaval

Pode parecer diferente, mas tá cheio de brasileira por aí que prefere um descanso no período do carnaval ao invés de cair na folia e ir para vários blocos de rua. Pensando em vocês, fizemos uma coletânia de cidades que você pode ter sossego, tranquilidade e paz no seu carnaval, pra curtir exatamente do jeito que você quer.

Caldas Novas (Goiás)

( Foto da Stella Irineu, confira mais em @stellairineu )

A cidade de caldas novas desde o seu início ficou conhecida principalmente pela abundância de águas termais. E foi a partir deste valioso bem natural que a cidade se desenvolveu ao longo desses cem anos. A riqueza natural da região é o principal atrativo. A descoberta das águas termais fez nascer a cidade de caldas novas, e hoje ela continua sendo determinante para a prosperidade do município. Isso porque toda a economia local gira em torno do turismo que ela proporciona.

Bonito (Mato Grosso do Sul)

( Foto da Bruna de Oliveira Costa, confira mais em @bruoliveira_93 )

Rios de águas transparentes, cachoeiras, grutas e cavernas. Fauna e flora exuberantes, com centenas de espécies de aves, mamíferos e répteis ocupando uma vegetação que mistura o Cerrado com a Mata Atlântica. Essas são algumas das atrações de Bonito, na região sudoeste de Mato Grosso do Sul, a 300 quilômetros de Campo Grande.

Na cidade, os visitantes podem conhecer mais sobre os peixes locais visitando o aquário, experimentar em bares e restaurantes pratos regionais feitos a partir da carne de peixe e de jacaré, entender o processo produtivo de uma aguardente que dá nome a um dos mais tradicionais bares da cidade e fazer a degustação de mais de 12 tipos de cachaça e ainda levar para casa amostras da cultura regional nas lojas de venda de artesanato espalhadas pelo centro do município.

Gramado (Rio Grande do Sul)

( Foto minha, me segue no Intagram @luherizzo69 )

Gramado é conhecida como a Europa no Brasil. A cidade, localizada na Serra Gaúcha, recebe, anualmente, mais de seis milhões de turistas. O povo hospitaleiro e acolhedor está sempre de braços e sorrisos abertos, tornando a cidade a potência no turismo que é hoje.

O município nasceu predestinado ao turismo. Tudo começou quando tropeiros paravam em um belo gramado para repousar e, posteriormente, seguir viagem. O ar fresco e as belezas naturais sempre foram atrativos que encantaram a todos.

Campos do Jordão (São Paulo)

( Foto da Suellen Cordeiro, confira mais em @suh.cordeiro )

Campos do Jordão localiza-se a 1.628 metros de altitude e pesquisas científicas acusaram a superioridade de seu clima em relação a Davos Platz, nos Alpes Suíços, bem como um teor de oxigenação e ozônio superior ao de Chamonix, famosa estância francesa, pela pureza do ar. Campos do Jordão apresenta vantagem sobre as demais estâncias climáticas brasileiras: o seu clima tropical de montanha faz com que o sol esteja presente praticamente o ano todo. A luminosidade costuma atingir o seu grau máximo no inverno, quando então a temperatura chega a -5º C, embora já tenha chegado a -18º C, em 1992.




Fernando de Noronha (Pernambuco)

(Foto da Jennypher Oliveira, confira mais em  @ nemloucanemsanta e  @ eujennypher)

Esse paraíso aí é nada mais do que um dos destinos mais maravilhosos do Brasil. O arquipélago de Fernando de Noronha, paraíso ecológico e turístico brasileiro, localiza-se no Oceano Atlântico a leste do litoral do estado do Rio Grande do Norte. O arquipélago é constituído por 21 ilhas e ilhotas (ilhas de pequenas dimensões). Se quiser saber mais sobre esse charme de lugar, temos um post somente desse local, com dicas sensacionais, clique AQUI.

Chapada dos Veadeiros (Goiás)

( Foto da Francieli, confira mais em @francieliheil )

A região abriga rios cristalinos, cachoeiras de 100 m e enormes paredões de pedra, rodeados pela vegetação do Cerrado. Para chegar às atrações, o visitante precisa estar disposto a caminhar: as trilhas de acesso chegam a 5 km, com trechos íngremes e pedregosos (em algumas é necessária a presença de guia).

Como recompensa, quase todos os percursos terminam em poços, que surgem na base de quedas-d’água ou no meio de formações rochosas. Muitos dos atrativos naturais estão em propriedades particulares, espalhadas em Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante ou São Jorge. É nesta última que fica a entrada para o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, considerado Patrimônio Mundial Natural pela Unesco desde 2001.

Jalapão (Tocantins)

( Foto da Mi, confira mais em @_matosmi )

Destino já conhecido pelos apaixonados pelo ecoturismo e turismo de aventura. Localizada no Estado do Tocantins, a região encanta por suas águas abundantes, chapadões e serras com clima de savana, além da paisagem de cerrado, com direito a dunas alaranjadas, rios encachoeirados, nascentes e impressionantes formações rochosas.

A cada ano, cresce o número de brasileiros e estrangeiros que se aventuram rumo ao Norte do Brasil em busca desse, que já é um dos principais destinos do ecoturismo do país. A maioria dos atrativos está localizada nas cidades de  Mateiros, Novo Acordo, Ponte Alta do Tocantins e São Félix do Tocantins. Em meio a 34 mil km² de paisagem árida, a região é cortada por uma imensa teia de rios, riachos e ribeirões, todos de águas transparentes e potáveis.

Visconde de Mauá (Rio de Janeiro)

( Foto da Ariel, confira mais em @arielrmartins  )

Essa região se localiza em área de preservação ambiental, na serra da Mantiqueira, a 1200 metros de altitude. Os visitantes são atraídos pelas belezas naturais das cachoeiras e vales. O nome Visconde de Mauá homenageia Irineu Evangelista de Sousa, barão e depois visconde, que recebeu as terras da região em 1870, como concessão do governo imperial para exploração de madeira, que seria transformada em carvão vegetal.

 

 

Curtiu as nossas sugestões? Comenta aqui, para qual você escolheu viajar!

Comentários

Comentários

Luiza Helena, carioca de 19 anos tão apaixonada pelo Rio de Janeiro que se tornou guia de turismo. Praticante de tutoriais de ‘Faça Você Mesma’, feminista, sagitariana e boêmia, não consegue ficar muito tempo sem viajar, conhecer novas pessoas e ter experiências únicas por esse mundão!



2 thoughts on “8 cidades brasileiras para fugir do tumulto no Carnaval”

O que achou desse post?


%d blogueiros gostam disto: