5 iniciativas criadas por (e para) mulheres que você vai querer apoiar

5 iniciativas criadas por (e para) mulheres que você vai querer apoiar

Em tempos de empoderamento feminino, projetos criados pelas minas merecem todo o nosso apoio! Esse post não é patrocinado, mas nós aqui do Na Estrada com as Minas super valorizamos iniciativas como essas que vamos mostrar para vocês hoje. Algumas são só para as minas cariocas, outras podem ser apoiadas de qualquer lugar do nosso Brasilzão.

 

caixa-joana

1. Caixa Joana: é um clube de assinatura onde você recebe mensalmente uma caixinha surpresa com produtos feitos artesanalmente por minas de São Paulo que fazem disso uma segunda (ou primeira) fonte de renda e precisam divulgar seu trabalho, mas não tem verba para investir em marketing. O principal objetivo desse projeto é ajudar as mulheres produtoras, então quando você assina a caixinha, além de receber produtos exclusivos, você incentiva e fortalece o trabalho dessas minas talentosas. Não é lindo?

Site: http://www.caixajoana.com
Facebook: http://www.facebook.com/caixajoana
Instagram: @caixajoana

 

periodo

2. Período Fértil – artes e bordados: se você acha que bordado é coisa careta, não sabe de nada! Para a Período Fértil, lá de Florianópolis, arte é ativismo. Você pode comprar quadrinhos decorativos, patches e outras coisinhas lindas e cheias de mensagens feministas e empoderadoras. O quadrinho campeão de vendas é o “Sejam Bem Viados”, já quero <3 Você pode fazer sua encomenda e receber tudo em casa. E ainda tem aulas de bordado via Skype para quem quiser se iniciar nessa arte linda!

Facebook: http://www.facebook.com/periodofertilarte
Instagram: @periodofertilarte

 

agorajuntas

3. Agora Juntas Ocupação Colaborativa: é uma rede de coletivos, organizações, movimentos e mulheres feministas no Rio de Janeiro , que tem como objetivo criar um espaço para incentivar a colaboração entre feministas. O lançamento da ocupação aconteceu no dia 11 de novembro e a data não foi escolhida à toa: esse é o dia do aniversário da Rose Marie Muraro, importante feminista brasileira que dá nome ao Instituto. A ocupação rola até o dia 16 de dezembro, com atividades culturais, rodas de conversa, sorteios… Vale a pena dar uma conferida e apoiar esse movimento! O Instituto Rose Marie Muraro fica na Rua Hermenegildo de Barros, 44, na Glória.

Facebook: http://www.facebook.com/agora.juntas
Instagram: @agorajuntas

 

taxi-rosa

4. Táxi Rosa: quem de nós, minas, nunca se sentiu aliviada ao pegar um táxi sozinha e ver que a motorista é uma mulher? Aqui no Rio de Janeiro, foi lançado o app Táxi Rosa, disponível para Android e IOS. A iniciativa está só começando, mas já é um sucesso entre as passageiras. Uma das sócias, a Dora, conta que o objetivo não é discriminar ninguém, já que elas também levam passageiros homens, mas sim dar mais segurança às mulheres. Os táxis rosa têm adesivos de identificação e além do aplicativo, você também pode agendar corridas por telefone.

Facebook: http://www.facebook.com/taxirosacarioca

 

ela-repara

5. Ela Repara – manutenção residencial: sim, as mulheres também colocam a mão na massa! Com o Ela Repara, no Rio de Janeiro, você tem um monte de serviços de reparo e manutenção para a sua casa, como instalação de chuveiros, máquinas de lavar roupa, manutenção de cortinas, montagem de móveis e pinturas em geral: tudo feito por mulheres. Elas atendem na capital, Baixada Fluminense e Niterói. E elas ainda aceitam cartão de crédito – que chique!

Facebook: http://www.facebook.com/elarepara

Extra – Via Lilás

20161114_142254

 

Minas do Rio, a Via Lilás é um projeto bem legal do Rio Solidário em parceria com a Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos. Com o objetivo de facilitar e encorajar mulheres cariocas a denunciarem seus agressores, foram instalados totens em diversos locais do Rio de Janeiro e com simples toques na tela, você pode fazer sua denúncia de forma anônima ou aprender mais sobre as leis de garantia dos direitos da mulher, consultar dados sobre a rede de saúde e segurança especializada para nós, minas. São 40 totens instalados em hospitais, prefeituras e câmaras municipais. Veja mais sobre o projeto aqui . Não se cale!

E aí, minas? Diz aí, estamos ou não dominando o mundo? 😉

Comentários

Comentários

34 anos de estrada, adora se perder por aí, mesmo com um mapa debaixo do nariz. Vegetariana, pesquisadora e eterna curiosa do mundo.



O que achou desse post?


%d blogueiros gostam disto: