Autoconhecimento Na Estrada com as Minas

Sobre os lugares que ainda não conheci

Essa semana eu estava lendo umas revistas de viagem e acompanhando alguns blogueiros e fiquei refletindo sobre todos os lugares incríveis que existem no mundo e eu ainda não os conheço. Por um momento me senti mal, parece que perdi um tempo precioso sem saber qual era o meu real propósito na vida. Não que hoje eu tenha certeza de qualquer coisa, mas uma sensação ruim de perda de tempo me acompanha constantemente.

Tenho tentando trabalhar esse lado para sofrer menos, colocar os pés no chão, controlar a ansiedade, entender que apesar de já ter 24 anos, eu ainda tenho 24 anos.

Por isso, hoje quero falar com vocês sobre perspectivas.

Vocês já se perceberam desmotivados por acharem que a vida está passando e vocês não estão dando o máximo que podem de si? E que por este motivo ainda não conquistaram seus sonhos e objetivos? Pois é, eu sei e eu também. A sociedade nos oprime tanto que estamos cada vez mais desesperados para sermos bem-sucedidos o quanto antes. Ser os primeiros, ser os melhores, possuir muitas coisas. Tudo tão superficial, tudo tão passageiro.

Tenho me angustiado constantemente por não ter conhecido muitos lugares do Brasil, por nunca ter saído do país, por nunca ter viajado de avião, mas parei para refletir sobre a minha trajetória e me surpreendi com o que encontrei.

Eu já fiz coisas lindas demais.

Em 2014 eu fiz uma promessa de viajar pelo menos uma vez por ano e tenho cumprido-a desde então, mais do que isso, tenho viajado mais do que me propus. Eu fiz uma viagem com um bebê de 04 meses, com uma pessoa que eu não conhecia, para uma cidade nova, peguei carona, troquei a fralda dela no meio da orla e conheci uma nova modalidade de hospedagem.

Nesse meio tempo eu escrevi centenas de artigos e publiquei inúmeras fotos que impactaram de forma positiva milhares de pessoas. Conheci dois novos estados, curei um trauma recém-adquirido, aproveitei as oportunidades que me apareceram e pude oferecer de forma singela outras tantas novas chances. Eu pude refazer, recomeçar, me reconhecer. Eu me apaixonei novamente, pelo outro e por mim.

Então sim, existem vários lugares que eu ainda não conheço, mas em vez de sofrer com essa constatação eu vou trabalhar mais, sonhar mais, realizar mais. Por que acredito no meu potencial e mesmo o tempo e a vida sejam imprevisíveis eu tenho fé e esperança de que ainda terei tempo para aproveitar muito mais.

E antes que você me pergunte por que estou falando todas essas coisas, eu já lhe digo: não se preocupe: esse é apenas um texto desabafo de alguém que está começando um mês novo cheia de esperanças, expectativas e confiante de que ainda existe muito a ser feito e visto. Esse é um texto desabafo de alguém que sofreu e sofre diariamente as opressões da vida, mas que não se curva aos obstáculos, muito pelo contrário. É um texto desabafo de alguém que sabe que a caminhada não será fácil, que será longa, mas que está muito disposta a seguir sempre em frente.

E eu espero que vocês se sintam tão confiantes e revigorados como eu. Por mais difícil que possa parecer, há sempre uma luz no fim do túnel esperando que você queira chegar até lá.

E aí, vamos começar mais um mês incrível e conhecer novos lugares juntos?




 VAI VIAJAR? FAÇA SUA RESERVA AQUI!

Está programando a próxima viagem? Faça sua reserva com nossos parceiros e ganhe descontos incríveis. Além de ajudar o blog a se manter atualizado e não ser taxado a mais por isso.
Hospedagem: AirbnbBooking
Seguro Viagem: Real SegurosSeguros Promo
Aluguel de carro: Rentcars

Comments

comments

«

»

what do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *