Na Estrada com as Minas Rio de Janeiro

Forte do Leme, Visita e Caminhada Ecológica | Rio de Janeiro

Desde quando comecei a escrever há um tempão atrás, o bem mais precioso que ganhei nessa jornada sem dúvidas foram os amigos que conquistei pelo caminho e as histórias e experiências que compartilhei e vivi. E escrevendo sobre viagens não poderia ser diferente. Uma das maiores conquistas pessoais que fiz nesse tempo de projeto foram as amizades que não só tinham planos de vida e objetivos muito alinhados com os meus como também embarcam nas minhas loucuras e eu nas deles. E a Andrea é o tipo de amiga que é “VAMOS?” “VAMOS!” e isso não tem preço.

Um dia ensolarado levou duas garotas entediadas a turistarem pelo Rio de Janeiro e a recompensa não poderia ter sido menos do que maravilhosa. O passeio da vez foi o Forte Duque de Caxias, ou Forte do Leme para os íntimos – risos. Localizado no topo do Morro do Leme, a fortaleza é uma das mais antigas do Rio de Janeiro. Hoje em dia o sítio histórico está aberto à visitação e proporciona uma experiência muito peculiar por ser um lugar repleto por uma área densa de mata e vegetação.

Morro do Leme e a caminhada ecológica

Eu ainda fico impressionada com o quanto nós não conhecemos a cidade em que moramos. Já tinha visto uma amiga compartilhando uma bela foto do Forte do Leme, mas nunca tinha considerado a visita por que para quem mora na zona norte ir parar na zona sul em pleno final de semana tendo que fazer baldeação de metrô na Estácio é um rolê que tentamos evitar ao máximo, mas agora que estou mais engajada com o turismo, principalmente carioca estou me esforçando para conhecer pontos dos quais nunca tive a chance, sem contar a carona amiga que facilitou muito a visita.

Nós fomos visitar o Forte, mas não tínhamos pesquisado nada sobre – por favor, não façam isso! – e como toda boa carioca suburbana eu acabei colocando uma roupa bem confortável e chinelos! Sim, você leu direito CHINELOS!

Quando a Andrea me chamou para dar um rolê pelo Leme minha cabeça despreocupada associou logo o rolê à praia e coloquei uma roupa que pudesse me incomodar menos possível, mas eu havia esquecido totalmente que subiríamos o Forte. No início eu fiquei um pouco preocupada por não conseguir subir de chinelo, mas me surpreendi com a estrada sinuosa de pedregulho.

A subida dura uma média de 30 minutos e apesar de ser de um nível “fácil” é bem íngreme, então quem não está com o condicionamento físico muito em forma, o ideal é que se faça pausas durante a caminhada. Nós fomos em um Domingo e estava bem movimentado.

Breve história do Forte

O Forte Duque de Caxias, foi originalmente construído entre 1776 e 1779 por ordem do Vice-Rei Marquês de Lavradio, quando o Brasil ainda fazia parte do Império Português, pela iminência de uma invasão espanhola  que se materializou em 1777 contra a Colônia do Sacramento e a Ilha de Santa Catarina, no sul da Colônia. Foi ordenado então a construção de um pequeno forte para defesa de qualquer desembarque naquele trecho ao Sul da cidade. A fortificação ficou conhecida como Forte da Vigia.

Em 1789, o Forte foi guarnecido pela Companhia dos Dragões de Minas, onde serviu o Herói e Mártir da Independência Brasileira, Alferes Joaquim José da Silva Xavier (Tiradentes) – poucos dias antes da sua prisão.

O Forte foi desguarnecido, juntamente com as demais fortificações brasileiras, à época do Período Regência, em 1831. E em 1895, após a Proclamação da República Brasileira, passou a se chamar Forte do Leme, por fim em 1935 passou a adotar o nome atual: Forte Duque de Caxias.

Como chegar

Siga pela Av. Atlântica que margeia a praia até a Praça Almirante Júlio de Noronha. Nesta praça está instalado um Complexo do Exército Brasileiro chamado CEP, Centro de Estudos e Capacitação. Ao entrar no CEP você encontrará uma bilheteria para comprar o ingresso para entrar na fortaleza.

Para quem vai de carro, pode estacionar nos locais permitidos na extensão da Orla, quanto mais próximo do Forte você encontrar lugar, melhor. Fique atento!

Outras informações

Aberto à visitação: Terça à Domingo, de 9h30min às 16 horas.

Visitas guiadas: Grupos à partir de 15 pessoas e Escolas com agendamento prévio.

A caminhada do sopé do Morro até o topo só pode ser feita a pé, por ser um local de proteção ambiental por ter em sua vegetação resquícios de Mata Atlântica não existe meio de transporte que faça o trajeto e nem é recomendado que o local receba transportes motorizados.

A área de proteção ambiental do Leme, aberta à visitação pública, pertence ao forte, de onde pode-se observar diversos atrativos da cidade, como o Cristo Redentor, o Pão de Açúcar e a praia de Copacabana.

Não esqueçam de levar repelente, água e ir com roupas confortáveis e um sapato adequado para caminhadas.

Lá em cima possui uma lojinha onde você poderá se alimentar e descansar um pouco após a subida.

NÃO ALIMENTE OS ANIMAIS. Isso gera bastante polêmica e as pessoas acabam achando “algo normal” dar uma “bananinha para os macaquinhos”, mas não é! Quando você alimenta os animais você acaba desordenando a noção hábitos deles e eles acabam assimilando que todos os humanos que passarem por aquele local deverão alimentá-los.

Por isso, eles acabam ficando agressivos, avançando e por vezes até mordendo quem se recusa a dar o que eles querem. Lembre-se que caso você seja mordido, arranhado ou até mesmo lambido por um animal selvagem, lave o ferimento com água em abundância e procure um posto de atendimento médico o mais rápido possível. A raiva humana é extremamente letal, vamos nos prevenir.

É proibida a entrada sem camisa, com roupa de banho.

Informações de contato:

Telefone: +55 21 3223-5000 | +55 21 3223-5076

Email: fdc@cep.ensino.eb.br

Site: http://www.cep.ensino.eb.br

Horário de funcionamento: Terça-feira a domingo, das 9h30 às 16h30

Ingresso: R$ 6 Inteira | R$ 3 Meia

Endereço: Praça Alm. Júlio de Noronha, s/n – Leme  – Rio de Janeiro – RJ – 22010-010

Vocês já conhecem o Forte do Leme? O que acharam do passeio? Deixe um comentário aqui embaixo nos contando sua experiência.

 


 VAI VIAJAR? FAÇA SUA RESERVA AQUI!

Está programando a próxima viagem? Faça sua reserva com nossos parceiros e ganhe descontos incríveis. Além de ajudar o blog a se manter atualizado e não ser taxado a mais por isso.
Hospedagem: AirbnbBooking
Seguro Viagem: Real SegurosSeguros Promo
Aluguel de carro: Rentcars

Comments

comments

«

»

what do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *