As Minas pelo Mundo Na Estrada com as Minas Panamá

O que fazer em uma conexão no Panamá

Para muitos viajantes, fazer conexão no Panamá pode acabar sendo um destino inesperado, por ser parte de um voo para outro país. O aeroporto de Tocumen é conhecido como o “hub das Américas”, e não é a toa. Todos os voos operados pela Copa Airlines incluem uma conexão por lá, onde fica a sede da empresa, mas ela não é a única.

A cidade é escolhida como conexão por diversas companhias aéreas, especialmente em voos que levam aos Estados Unidos. Muitas vezes, essa conexão é um pouco mais longa, e vale a pena deixar o aeroporto para conhecer um lugar novo. Foi isso que eu fiz a caminho da Colômbia, pois tive uma conexão de quase 23 horas.

A primeira impressão que tive sobre a cidade foi que era muito abafada! Não fazia um sol tão forte, mas senti muito calor. Cheguei bem cedo à cidade, perto das 6h da manhã, e no início da tarde choveu bastante.

Fica a critério de cada viajante, mas eu optei por reservar uma cama num hostel, mesmo sabendo que teria poucas horas para descansar. Minha ideia era visitar a cidade cedo e ir dormir logo no início da noite, já que meu voo seguinte era às 5h. Deu certo? Claro que não, ou não seria eu! Hahaha Mas achei que foi bom ter um local pra descansar, deixar minhas coisas, tomar um banho e até mesmo pedir informações e conhecer pessoas.

Aliás, meu escolhido foi o hostel El Machico, que tinha boas avaliações na internet e não tive problemas, apesar de não ter aproveitado muita coisa. O hostel tem piscina, vende bebidas e lanchinhos, além de alguns acessórios importantes (como um adaptador de tomada que precisei comprar), tudo por um preço muito justo.

Um ponto importante é a moeda local, chamada balboa, que é equivale ao dólar. Nas ruas, as pessoas utilizam dólares americanos mesmo, apenas as moedas costumam ser usadas em balboas. Isso torna algumas coisas um pouco caras em momentos de dólar alto.

Bem, para sair do aeroporto, achei melhor utilizar um táxi indicado pelo hostel, que foi um dos meus maiores gastos na cidade. Paguei 25 dólares, mas o motorista, Pedro, era muito simpático e me ajudou bastante a me encontrar pela cidade. Eu já havia combinado tudo com ele por Whatsapp com antecedência, e o Pedro foi atencioso o tempo todo, levou plaquinha para me encontrar, me ajudou a encontrar uma farmácia quando precisei, etc.

Vi algumas pessoas indicarem a opção de “alugar” um taxista por um dia, para ficar a disposição e levar aos lugares que quiserem visitar. Acredito que seja uma boa opção para viagem em grupos, até porque dividir um táxi realmente sai em conta. Como eu estava sozinha, achei melhor utilizar o famoso City Sightseeing, o ônibus vermelhinho que segue aquele esquema de embarques e desembarques ilimitados.

Ele passa passa pelas partes mais importantes da cidade, então é possível ver bastante coisa, mesmo que você não vá visitar de fato. São 11 paradas no total, incluindo alguns shoppings e centros comerciais, que não vi vantagem em conhecer porque não queria fazer compras. O ônibus não é tão pontual, o que é uma desvantagem.


Eu comprei o ticket e peguei o ônibus na primeira parada, o Balboa Boutiques Plaza, onde fica um quiosque de vendas e informações. Estava contando com o horário marcado, mas ele chegou por volta de meia-hora depois. A parte boa foi que tive tempo de ir até o Multicentro comprar um guarda-chuva! rs
Minha primeira parada foi no Centro de Visitantes de Miraflores, que possui um museu e um terraço de observação do Canal do Panamá. O ingresso para turistas adultos custa 15 dólares e comprei no próprio ônibus! Eles também vendem ingresso para o Biomuseo, mas eu não fui.

Esse é o Biomuseo! Uma arquitetura bem doida e divertida. rs

O museu foi uma parte muito surpreendente da visita! Ele conta toda a história do Canal e conta com muitas partes interativas, como um simulador de navio (!), além de mostrar também o impacto histórico e social dessa construção, a ampliação que foi feita recentemente, a diversidade da fauna e da flora locais e muito mais. Achei muito interessante conhecer mais sobre o Canal do Panamá, não fazia ideia da maioria das coisas que vi por lá. Foi uma visita realmente enriquecedora!



O museu também tem uma sala de cinema, onde é exibido um curta-metragem sobre a história do Canal. As exibições se revezam entre inglês e espanhol, basta consultar o quadro com os horários e escolher sua preferida. Particularmente, achei o conteúdo do museu muito mais interessante que o filme. Ah, e não consegui ver nenhum navio fazendo a travessia, infelizmente. ☹ Fiquei esperando por um tempo, mas como eu só tinha um dia pela cidade e um ônibus com horário marcado, não dava pra arriscar muito. Ao final da visita, passei na lojinha de souvenirs e comprei um ímã da cidade pra levar de recordação. O passeio é imperdível mesmo!

Depois que voltei para o ônibus, só fiz mais uma parada: no famoso Casco Viejo ou Casco Antiguo, um bairro que vale a pena explorar e tirar muitas fotos. Eu tinha um mapa do Sightseeing com os principais pontos de interesse, mas como sou péssima com mapas e não estava dando muito certo, decidi só ir andando e ver o que eu encontrava. Vale muito a pena entrar nas igrejas de lá, são históricas e bem diferentes entre si. A arquitetura das construções também é incrível para admirar, tudo muito bonito e bem conservado. Historicamente, o bairro marcou o recomeço da cidade, depois que a antiga foi saqueada.

Por lá, também é possível ver o mar, ir a restaurantes e visitar algumas lojinhas de souvenirs. Eu cheguei a entrar em algumas, mas não comprei nada porque o orçamento não permitiu.

E esse foi meu passeio de um dia pela Cidade do Panamá! Além de visitar os dois pontos turísticos principais, o ônibus me permitiu ter uma visão geral do lugar e também admirar o skyline de uma cidade muito bonita e moderna. Minha impressão foi de que o Panamá é um país em crescimento e que provavelmente será um destino cada vez mais procurado por turistas. A capital é bem bonita, me pareceu segura e com uma boa estrutura, apesar de não ter tantos pontos turísticos quanto outras cidades mais famosas.

Se você tiver uma conexão longa pelo Panamá, não deixe de ir visita-lo! E, se você já viveu essa experiência, compartilhe aqui com a gente como foi e deixe suas dicas também. Estamos de olho!




VAI VIAJAR? FAÇA SUA RESERVA AQUI!

Está programando a próxima viagem? Faça sua reserva com nossos parceiros e ganhe descontos incríveis. Além de ajudar o blog a se manter atualizado e não ser taxado a mais por isso.
Hospedagem: AirbnbBooking
Seguro Viagem: Real SegurosSeguros Promo
Aluguel de carro: Rentcars

Comments

comments

«

»

what do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *